à conversa com...

Swarovskimania

romaine fundo preto.jpg

Romaine Thoss

A Swarovskimania nasceu há 20 anos atrás.

Vim do Luxemburgo com 36 anos, casada e com 2 filhos. O meu marido era emigrante português e tinha o sonho de regressar a Portugal e assim foi.

Não iniciei logo com a bijuteria, só mais tarde.

Tive um período de adaptação a uma nova cultura, a um novo modo de vida.

No Luxemburgo era administrativa numa grande empresa, cá em Portugal, dediquei-me inicialmente a cuidar da família e trabalhei em algumas empresas.

Não foi fácil no início, os horários são muito diferentes, o clima é mais quente ( o que é bom), os hobbies, a forma de ser e estar das pessoas e a língua! Agora, adoro viver aqui, porque podemos viver com a natureza.


 

Como surge a Swarovskimania?

 

Há uns 20 anos atrás a minha irmã pegou-me o gosto de fazer este tipo de bijuteria, entrelaçar e/ou tecer, que é tão bom como ler um livro ou ver um filme!

Gosto de fazer bijuteria como passatempo, e um bom anti stress também. 

Há quem diga que requer muita paciência para trabalhar com este material miudinho. Mas para mim é o contrário! Ganha-se paciência! Requer concentração (não gosto desmanchar e refazer ), esvazia a mente .... a melhor meditação para mim (para meditar EU não tenho paciência ).

Adoro ver crescer as pecinhas na minha mão, uso material nobre como os famosos cristais Swarovski e as missangas da Miyuki que são de vidro de alta qualidade.

Estes materiais ajudam a  ganhar uma certa precisão na peça realizada. 


 

 

No teu entender, achas que a tua arte é valorizada em Portugal ou é mais valorizada no Luxemburgo e/ou no mundo? 

É mais valorizado no Luxemburgo e nos Estados Unidos,  já fiz conjuntos para 2 casamentos na américa, para as damas de honor.

 

Porque achas que isso acontece? mais poder financeiro? uma cultura diferente?

Poder financeiro e talvez a cultura, muitas pessoas não sabem o que é Swarovski ou Miyuki, no entanto, existem lojas de swarovski nas grandes cidades.

 

e por último, qual é o teu maior sonho?

Paz no mundo, e depois ficar 6 meses na América e 6 meses aqui, juntar com as manas e viajar, adorava ver outras culturas.